novidades do imposto de renda, irpf 2019, dirpf, contabilidade

Novidades do Imposto de Renda 2019: atualize-se!

O período para entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) deste ano já está correndo. Mas você já se ligou nas novidades do Imposto de Renda 2019? No post dessa semana a S3R destaca cada uma dessas novidades para você. Se liga!

As novidades do Imposto de Renda 2019 trazem melhorias do próprio sistema e também novas exigências. A obrigatoriedade da vez se refere ao CPF dos dependentes. Na declaração anterior não era exigido o informe do CPF de dependentes abaixo de 8 anos. Entretanto, em 2019, todos os dependentes declarados deverão ter seu CPF informado no corpo da declaração.

A ficha de “Doações Diretamente na Declaração – ECA” que ficava no corpo da declaração, também mudou. Antes ela ficava dentro do “Resumo da Declaração”. A partir desse ano, ela ganhou maior evidência e agora integra o bloco de “Fichas da Declaração”. Essa alteração facilitou a sua visualização por parte do contribuinte.

Se liga nas novidades do imposto de renda para 2019!

A “Ficha de Rendimentos Recebidos de Pessoa Física/Exterior pelo Titular” também sofreu alterações. A coluna intitulada anteriormente de “Outros” agora se chama “Pensão Alimentícia e Outros”. Já a coluna “Dependentes” passou a ser denominada “Quantidade de Dependentes”.

Dentro das novidades do Imposto de Renda 2019 também estão incluídos alguns aprimoramentos do sistema. No quesito “Impressão”, por exemplo, a ordem das abas a serem impressas foram melhor organizados.

A atualização do aplicativo agora é automática, dispensando a necessidade de fazer o download da nova versão. Igualmente, o Receitanet não precisa mais ser instalado separadamente. Isso porque ele foi incorporado ao programa do IRPF 2019.

A impressão do DARF também integra parte das novidades do Imposto de Renda 2019. Todas as quotas do imposto, inclusive as fora do prazo, poderão ser calculadas, inclusive com os acréscimos legais cabíveis.

Os nomes informados na declaração (digitados ou recuperados) também ficarão armazenados, facilitando assim o preenchimento futuro. Entretanto, caso o contribuinte queira desabilitar essa função, basta acessar o menu “Ferramentas” do sistema.

E, para terminar esse ciclo das novidades do Imposto de Renda 2019, é importante falar que agora é possível visualizar a alíquota efetiva. Ou seja, a relação percentual entre o imposto a pagar e o total de rendimentos tributáveis. Agora a alíquota é exibida à esquerda da declaração, facilitando ainda mais para o declarante.

Se você já fez sua declaração, excelente. Mas, se você ainda está em falta com essa obrigatoriedade, não deixe para a última hora. Lembre-se que a não entrega da declaração incorre em multa e não vale à pena passar essa dor de cabeça, certo?

Em caso de dúvidas sobre estas e outras coisas, fale com a gente. Aqui, você pode S3R!

contabilidade, assessoria contábil, irpf 2019, documentação para declaração, imposto de renda, prazo para declaração

Documentação para IRPF 2019

O período de entrega da declaração de imposto de renda pessoa física (IRPF 2019) está chegando. Então, para que você não perca o prazo, nós da equipe S3R Contabilidade, resolvemos ajudar. Dessa forma, listamos todos os documentos necessários para que você garanta menor possibilidade de erros ou imprecisões no ato da declaração.

O que é o IRPF?

E só pra refrescar a memória, o IRPF é o imposto cobrado sobre as receitas obtidas no ano anterior. Dessa forma, é importante proceder a busca por todos os documentos referentes a esse período a fim de comprovar as informações prestadas. Além disso, a reunião desses documentos também garante a possibilidade de dedução, conforme o disposto em lei. Isso significa que quanto mais despesas forem comprovadas, de acordo com as regras para dedução, menor o imposto a pagar.

Prazo de entrega do IRPF 2019

A declaração do IRPF 2019 pode ser feita do dia primeiro de março até o dia 30 de abril de 2019. Diante disso, bora separar os documentos porque quanto mais rápida for a entrega, maiores a chance de receber primeiro a restituição do imposto, caso se aplique.

Restituição do IRPF 2019

E por falar em restituição do IRPF, é bom esclarecer que ela nada mais é que a devolução do imposto pago a maior após a informação das deduções e, consequentemente, do cálculo do imposto realmente devido. A restituição acontece em sete lotes ao longo do ano. Idosos acima de 65 anos costumam ter a preferência no recebimento assim como pessoas com necessidades especiais e professores. Esse grupo é contemplado normalmente nos dois primeiros lotes.

Documentação para IRPF 2019

Mas vamos ao que interessa, que é a documentação pertinente para que a declaração seja enviada da forma mais precisa possível. Para começar, você vai precisar de todos os informes de rendimentos recebidos. Além disso, precisará também da comprovação de todos os gastos com saúde (plano de saúde, despesas médicas e odontológicas) e educação. Informações e gastos dos dependentes legais, assim como escrituras de imóveis, documentos de veículos e extratos dos investimentos também são pertinentes. Todos os rendimentos tributáveis, bens que porventura foram adquiridos no período e o saldo bancário ao final do ano também devem ser informados.

Os documentos referentes à renda podem ser: informes de rendimentos (instituições financeiras e corretoras); comprovantes de salário, pró-labore, aposentadoria, pensão, distribuição de lucros, etc. Documentos que comprovem os aluguéis de bens recebidos por pessoas jurídicas também estão incluídos nesse grupo assim como qualquer outro documento que informe qualquer rendimento ocorrido ao longo do exercício em questão. E, para fechar essa parte, não se esqueça do resumo do livro-caixa. A memória de cálculo do carnê-leão assim como os DARFS pagos são muito importantes para a declaração.

Os documentos com informações sobre dívidas e ônus, pagos ou contraídos, assim como imóveis financiados, devem ser levantados também. Em seguida, o controle de ações e sua apuração mensal devidamente amparados pela apuração de renda variável. Gastos com previdência privada e social, assim como doações e pagamentos a candidatos políticos também devem ter sua documentação.

Outras informações

Separados todos esses documentos, é hora de reunir algumas outras informações importantes. São elas: dados bancários, nome, endereço, CPF e data de nascimento, inclusive dos dependentes e seu grau de parentesco. Os dados e cópia da carteira profissional de empregados domésticos, se aplicável, também devem ser informados. E, por último, não se esqueça da cópia da última declaração enviada e também da atividade profissional exercida.

Feito isso, é só correr por abraço. Quanto mais precisa for a declaração, menores a chance de cair em malha fina. A equipe S3R Contabilidade tira isso de letra. Por isso, conte conosco para a entrega da sua declaração do IRPF 2019. A lista dos documentos você já tem. Agora, é só reunir tudo e mandar pra gente. O resto a gente faz por você!